Notícias‎ > ‎

Notícias Tributec

    PROJETO DE GUARDA DE ARQUIVOS DIGITAIS DO SPED

    Nos dias atuais não há mais como pensar em alguma empresa que não esteja inserida de alguma maneira no ambiente tecnológico, principalmente no que diz respeito às questões contábeis e fiscais. Já se foi o tempo que chamavam aos contadores de GUARDA-LIVROS, pois na realidade hoje esses profissionais precisam se preocupar em GUARDAR ARQUIVOS DIGITAIS (e não mais livros e NF´s em papel). É aí que começamos a falar do nosso Plano de Negócio, embasado na necessidade de praticamente todas as empresas terem a obrigatoriedade de “arquivar” documentos digitais por pelo menos 5 (cinco) anos, de maneira segura.

    O fisco instituiu em janeiro de 2007 o SPED Sistema Público de Escrituração Digital, que abrangeu inicialmente a criação da NF-e, do SPED Fiscal e do SPED Contábil, e agora está sendo encaminhado o SPED Pis-Cofins. Na realidade, o fisco criou uma maneira de facilitar o acesso dele às informações fiscais e contábeis do contribuinte, e como é em forma digital (através de lay-out e linguagem previstas em legislação), as Secretarias da Fazenda Federal, Estadual e de alguns municípios pretendem com isso combater com agilidade a sonegação fiscal, pois o cruzamento dos dados será de forma muito mais rápida e eficaz. Esse projeto atinge a grande maioria das empresas brasileiras, pois muitas já se enquadraram nessa obrigatoriedade.

    Sendo assim, o processo de migração das empresas brasileiras para o SPED trouxe uma grande mudança cultural no ambiente corporativo. Isso representa que saem de cena toneladas de papel em forma de notas fiscais e livros de registros contábeis e entra um universo digital, com lançamentos feitos por meio magnético e processamentos e transmissão de informações via sistemas eletrônicos e internet.

    Projetamos desenvolver uma solução que faça a validação de que as informações prestadas ao fisco estão seguindo de forma correta, pois temos como criar uma solução que verifique se os dados dos arquivos a serem enviados estão de acordo com a lei. Por outro lado, vendo a necessidade das empresas e dos escritórios de contabilidade precisarem guardar seus arquivos digitais por longos prazos (5 anos ou mais), e sabendo que muitos desconhecem tal obrigação ou não tem condições de manter hardware, softwares e sistemas de segurança adequados, muito menos tem pessoas preparadas para gerenciarem esse processo, estaremos oferecendo uma solução tecnológica para isso com garantia do armazenamento seguro, centralização dos arquivos e acesso fácil e controlado posterior à informação.